darktable page lede image
darktable page lede image

Seletor de cores global

3.3.6. Seletor de cores global

Usando o seletor de cores global você pode obter amostras de cor da imagem, mostrar seus valores em múltiplas formas e comparar cores de diferentes locais. O seletor de cores é ativado pressionando-se o ícone . Há múltiplos parâmetros para controlar como o seletor de cores funciona, cuja definição permanece em efeito até que você saia da sala escura.

Além do seletor de cores global descrito aqui, também há seletores de cor locais para alguns módulos (por exemplo, curva de tons). Seletores globais e locais são diferentes. O seletor global funciona no espaço de cores do seu monitor, e toma amostras depois que a pixelpipe foi processada. Seletores locais funcionam no espaço de cores do módulo individual, que normalmente é Lab; eles refletem entrada e saída de dados daquele módulo específico na pixelpipe.

Um patch colorido grande pode ser mostrado ou escondido clicando no patch escolhido.

O seletor de cores global pode funcionar em modo pontual ou em modo área. Quando em modo pontual, somente um pequeno ponto sob o cursor do mouse é tomado como amostra. Em modo área você pode desenhar um retângulo e o darktable faz uma amostragem dessa área desenhada.

Se amostras são tomadas em modo área, o darktable calculará a média, mínimo e máximo das cores nos canais. Uma combobox permite selecionar quais destes são mostrados. Por razões estatísticas média, mínimo e máximo são idênticos nos modos pontual e área.

Uma amostra de cor representando o ponto ou área é mostrada. Valores numéricos também são mostrados. Como dito antes, o seletor de cores global trabalha no espaço de cores RGB do monitor. Você pode deixar o darktable traduzir estes valores numéricos para espaço de cor Lab. Veja que os valores Lab são aproximados aqui; dependendo do perfil de cores do monitor, pode haver alguns desvios dos valores reais.

Quando a opção restringir histograma à seleção estiver selecionada, somente os valores na área ou ponto selecionado serão considerados pelo histograma no topo do painel direito (veja Seção 3.3.8, “Histograma”). Esta é uma forma de mostrar que valores tonais estão presentes em uma área específica.

As cores amostradas na área ou ponto podem ser armazenadas como amostras pressionando o botão +. O darktable então mostra uma amostra e valores numéricos para cada cor armazenada. Você pode novamente selecionar qual valor numérico (média, mínimo, máximo) será mostrado e se isto deve ser feito no espaço RGB ou Lab.

Amostras recém-criadas não são bloqueadas. Se você mudar sua imagem, as mudanças serão refletidas em suas amostras de cor. Use isto se quiser ver como mudar parâmetros de módulos afeta diferentes partes de sua imagem. Clicar em uma amostra de cor a bloqueia, e um símbolo de cadeado é mostrado. Mudanças posteriores na imagem não afetarão mais a amostra. Você pode, por exemplo, tomar duas amostras do mesmo local e bloquear uma delas para realizar uma comparação entre antes e depois de um módulo.

Serão apresentadas na sua imagem algumas amostras se você selecionar a opção visualizar áreas de amostra na imagem.